Adore todo o tempo
11:56 | Author: Louvor & Adoração
Confira este trecho da música “Louve”, interpretada pela cantora Cassiane:
 

“Então louve, simplesmente louve
Tá chorando louve, precisando louve
Tá sofrendo louve, não importa louve
Seu louvor invade o céu...


Deus vai na frente abrindo o caminho
Quebrando as correntes, tirando os espinhos
Ordenas aos anjos pra contigo lutar
Ele abre as portas pra ninguém mais fechar
Ele trabalha pra os que nele confiam
Caminha contigo de noite ou de dia
Erga suas mãos, sua benção chegou
Comece a cantar com muito louvor
Com muito louvor, com muito louvor
Com muito louvor...”
 

Passar pela aflição é muito difícil, pois somos limitados e nem sempre conhecemos a razão pela qual estamos passando por determinada provação. Aliás, é algo que devemos buscar não é mesmo? Procurar saber o porque passamos pelas dificuldades. Deus tem sempre algo a nos dizer a respeito delas. E por mais incrível que possa parecer, as tribulações são positivas para nós. “E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência.” (Rm 5.3). “Porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade.” (2Co 8.2). “Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações. Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência.” (Tg 1.2-3).

Baseando-se nisto, eu pergunto, será que temos agido corretamente, ou melhor, de acordo com a vontade de Deus durante o período de dificuldades que passamos? Optamos por gloficar a Deus ou por murmurar? Ai, pergunta difícil né irmãos? Nossa tendência é cair no questionamento e na rebelião. Esse é o fruto do pecado. Essa é a nossa carne. Nossa condição de humanos. Mas peraí, Jesus pagou o preço de sangue por nós no Calvário! Glória a Deus! Isso significa que podemos superar esta dificuldade e optarmos por louvá-lo diante da tribulação.


Ainda bem que tem jeito para nós! Louvar a Deus, adorá-lo na dificuldade, amá-lo independentemente do que ele pode nos oferecer. Essa é a chave para uma vida com Deus. Afinal, seria muito fácil só adorá-lo na alegria e não na dor. Amá-lo por nos abençoar e não nos momentos em que ele permite que sejamos “treinados.” Louvá-lo quando tudo ocorre em perfeita harmonia e não quando o mundo parece desabar sobre nossas cabeças. É como amar a quem a gente gosta e não aos nossos inimigos. Tudo muito fácil. Mas é tempo de mudanças.


Já pensou em adorar e dar um glória a Deus toda vez que algo nos chateia ou quando as coisas não estão bem para o nosso lado? Essa é uma ótima opção, inclusive, para que a provação passe mais rapidamente por nós.


Quando louvamos e adoramos a Deus, tudo fica mais fácil e nos tornamos pessoas melhores, uma vez que aprendemos a dar graças pelo que temos e pelo que Deus faz por nós. Deus trabalha enquanto descansamos nele. Se não descansamos, trabalhamos no lugar de Deus. Claro que não podemos ficar parados sem atitude, mas é importante compreender que agimos enquanto podemos. Quando nossa condição de homem nos impede de realizar algo, Deus entra em ação.

Irmão, perdeu o ônibus! Glória a Deus! Não conseguiu aquele trabalho! Glória a Deus! Tá esperando uma resposta e não chegou! Glória a Deus! Se a sua vida está entregue nas mãos do Senhor e você o permite conduzir todas as coisas, você não poderia estar em melhores mãos. Se Deus conduz, o quê e a quem temeremos? “Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?” (Is 43.13).

Deus nos ama e têm nos ensinado a melhorar a cada dia mais. Então amados, chega de murmuração. Vamos adorar ao Senhor em todo tempo! E que nunca nos esqueçamos que adoramos a Deus com canções, mas esta adoração deve se estender às nossas atitudes diárias! Amém?


“Irei contigo, onde quer que fores meu Senhor. O teu chamado, cumprirei na alegria ou na dor [...]”.*
“Te louvarei, não importam as circunstâncias [...]”.*
“Ouve Senhor, as palavras de afronta. Escuta ó Deus o que diz o inimigo contra mim [...]”.*
“As misericórdias do Senhor se renovam sobre mim. [...] não têm fim [...]”.*
 

Que estas sejam frases e canções constantes em nossos lábios porque sabemos que :
“[...] Agindo eu, quem impedirá?[...]. Diz assim o Deus de Israel, o nosso Deus, o grande Eu Sou!



Fonte: Lagoinha.com
This entry was posted on 11:56 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.